sábado, 24 de fevereiro de 2007

Cristóvão Colombo – de volta ao positivismo

Chegou a altura de se pôr de lado as picardias e começar a analisar seriamente a ideia de ser Cristóvão Colombo português. Por isso tem de se começar pelo princípio e ver o que dizem as fontes.

1.º Qual é o documento que diz ser Cristóvão Colombo natural de Colos?
2.º Qual é o documento que diz ser Cristóvão Colombo natural de Cuba?
3.º Qual é o documento que diz ter Cristóvão Colombo a naturalidade portuguesa?
4.º Qual é o documento que diz o nome dos pais de Cristóvão Colombo?
5.º Qual é o documento que diz ter Cristóvão Colombo casado com Filipa Moniz?
6.º Qual é o documento que diz ser Cristóvão Colombo parente da família real portuguesa?
7.º Qual é o documento que diz que Cristóvão Colombo não é Cristóvão Colombo?
8.º Qual é o documento que dá a chave de decifração da putativa assinatura críptica de Cristóvão Colombo?
9.º Qual é o documento que diz ter estado Cristóvão Colombo ao serviço do Rei de Portugal?
10.º Qual é o documento que diz ser Cristóvão Colombo um agente secreto?

Auguste Comte (1798-1857)

Mais perguntas ficam para já por fazer e outras far-se-ão posteriormente na sequência e decorrentes das presentes.
Faz-se notar que a ausência de resposta a estas perguntas deitam por terra qualquer possibilidade de se afirmar ser Cristóvão Colombo português, parente da família real e agente secreto.
Chama-se, também, a atenção que por documento se quer designar o que os historiadores denominam de fonte primária.

5 comentários:

J. C. S. J. disse...

Manuel Rosa enviou o seguinte comentário:

"Caro J. C. S. J,

Parece que já leste bastante d'O Mistério Colombo Revelado porque agora estás começando a pensar como um historiador.

Chegou a altura de se pôr de lado as picardias e começar a analisar seriamente a ideia de ser Cristóvão Colon português.
Por isso tem de se começar pelo princípio e ver o que dizem as fontes. Vamos lá a ver se consigo te ajudar com a verdade.

1.º Qual é o documento que diz ser Cristóvão Colon natural de Génova? NENHUM
2.º Qual é o documento que diz ter Cristóvão Colon a naturalidade Italiana? NENHUM
3.º Qual é o documento que diz o nome dos pais de Cristóvão Colon? NENHUM
4.º Qual é o documento que diz ter Cristóvão Colombo (o italiano) casado com Filipa Moniz? NENHUM
5.º Qual é o documento que diz que Cristóvão Colombo foi Cristóvão Colon? NENHUM
6.º Quem é que acredita que a assinatura de Cristóvão Colon não é críptica?
7.º Qual é o documento que diz ter estado Cristóvão Colon ao serviço do Rei de Portugal? CARTA DE D. JOÃO II DE 1488 "teerdes a nosso serviço". Terdes siginifica estares.
8.º Qual é o documento que diz ser Cristóvão Colon um agente secreto? O quê? Queres é um "BI" tipo CIA badge para um espião?

- Qual é o documento que prova que Pedro da Covilhã teve na Índia???
- Qual é o documento que prova que D. Diogo 4º Duque de Viseu foi Morto por D. João II?
- Qual é o documento que prova que o Infante D. Henrique foi virgem?

Se tu queres perguntas de história sem fundação posso levar o resto da vida a te enviar-las.

Parece que ainda precisas de ler mais sobre os documentos. O Mistério Colombo Revelado é uma pequena parte do que está escrito. Poupei-te o tempo mas se queres chegar lá começa com todas as cartas e documentos do Almirante e vê se podes decifrar o que é mentira e o que é verdade.

Avisa-se que a ausência de resposta a estas perguntas deitam por terra qualquer possibilidade de se afirmar ser Cristóvão Colon genovês, parente da família de tecedores de lã.
Chama-se, também, a atenção que por documento se quer designar o que os historiadores denominam de fonte primária."

J. C. S. J. disse...

Transcrição integral da passagem em causa, tal como foi publicada neste sítio:
Vymos a carta que [nos screvestes e] a booa vontade e afeiçom que por [ella] mostraaes teerdes a nosso [serviço] vos agardeçemos muito [/]

No mesmo sítio escrevi:
«Por este documento não se deduz que Cristóvão Colombo servisse ou tivesse servido D. João II ou a Coroa. A carta revela a «boa vontade e a afeição» que Colombo tem por esse serviço – o que poderá querer dizer que quer começar a servir D. João II.»

Agora afirmo:
Terdes – 2ª pessoa do infinitivo pessoal do verbo ter.
Ter (definição de dicionário): «Possuir, gozar, desfrutar, usufruir; estar no gozo de ou na posse de. | Obter, alcançar, apanhar; haver à mão, conquistar; receber, adquirir, haver. | Poder dispor de; poder gozar de; ver ou achar ao seu alcance. (etc., etc., etc.)»
Os sentidos que este verbo pode adquirir são vastíssimos, o que não facilita a compreensão da passagem em causa, no entanto uma coisa se pode afirmar: aqui o verbo ter, tal como no dicionário, não significa estar.

Atenção ao modo como se analisa a documentação. O preconceito pode enviesar a leitura.

As respostas às perguntas por mim formuladas têm duas respostas possíveis: Não há ou, havendo, a referência arquivística do documento.
Tudo o mais que se disser não responde às perguntas.

J. C. S. J. disse...

Manuel Rosa enviou seguinte comentário:

«Caro J.C.S.J.
Referindo-me ao teu comentário sobre a plavara “teerdes” aonde escreves: “Os sentidos que este verbo pode adquirir são vastíssimos, o que não facilita a compreensão da passagem em causa, no entanto uma coisa se pode afirmar: aqui o verbo ter, tal como no dicionário, não significa estar”.
Preciso de perguntar-te como chegaste a esta conclusão? Porque como sabes o meu comando da língua portuguesa é muito fraco.
É que eu vejo a palvaras antes e depois para entender o significado da dita palavra e penso assim: Qual é a fo significado da palavra “terdes” que faz mais sentido com a palavra anterior “mostrais” e palavra “a” que lhe segue.
É que não se pode olhar para a palavra “terdes” sozinha. Tens que ver as duas juntas “terdes a” porque não podem ser separadas e também não podem ficar sós. Necessitam mais palavras para fazer sentido por isso “terdes a nosso serviço” é uma parte da frase que não deve de ser lida senão junta.
Agora eu pergunto-te qual o significado da palavra “terdes” que faz mais sentido em Português junto com aquelas outras três?
estares a nosso serviço?
manteres-te a nosso serviço?
OU
teres pelo nosso serviço?
teres para entrar no nosso serviço?
Como vez, para a palavra “teres” fazer sentido de outra forma a não ser “estar” já não se poderia usar o “a” e o rei teria que escrever “pelo” nosso serviço.
Acho que é a plavra “a” que dá o significado correcto á palavra “terdes”. Porque a palavra “a” não pode ser tida como a palavra “pelo”.
Tu, Cristóvão Colon, mostras boa afeição de estares “a” nosso serviço?
OU
Tu, Cristóvão Colon, mostras boa afeição de quereres estar “a” nosso serviço?
“terdes” é também possuir.
Tu, Cristóvão Colon, mostras possuir boa afeição “a” nosso serviço?
OU
Tu, Cristóvão Colon, mostras possuir boa afeição “pelo” nosso serviço?
A meu ver so um sentido de “estar” para a palavra “terdes” é que faz sentido com a palavra seguinte “a”: “terdes a” = “estares a”.
Esta questão só pode ser resolvida com um périto na língua Portuguesa da época mas tendo lá o “a” pede o sentido de “estar”.
Aqui vai uma imagem da cartas em ponto maior do que foi metido no livro para apreciares melhor.
Cumprimentos,
Manuel Rosa»

Afonso Pizarro disse...

Nao posso deixar este sitio sem felicitar o leitor Manuel Rosa que esclareceu muitas das minhas duvidas a cerca do taberneiro Colombo. Estou certo agora de que o Inspector Colombo da série televisiva nao tem qualquer parentesco com o duque de Veragua -actual descendente de Colón!

um abraço amigo a esse senhor
afonso pizarro
autor do blog:
http://christophecolomb.blogspot.com/

Anónimo disse...

Good brief and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Thanks you for your information.