terça-feira, 7 de outubro de 2008

Bibliografia da Controvérsia (06)

10 comentários:

Anónimo disse...

Desta vez, da para ler o livro antes de o criticar?

J. C. S. J. disse...

Basta-me ler o título e ver os bonecos da capa - O Alentejano que Descobriu a América - e isso diz tudo o que há para saber.

Maria Benedita Vasconcelos disse...

http://www.leremespinho.com/blog/wp-content/uploads/2008/10/espinho-conferencia-press-release.pdf

Esta "descoberta de inúmeros documentos que provam que Colombo não nasceu em Génova", é suficiente para descredibilizar completamete o livro perante qualquer cidadão medianamente informado.

Francisco disse...

Maria Benedita,

Já um cidadão bem informado pode pensar que uma citação de um anúncio de uma conferência (que não é necessáriamente da responsabilidade do autor), não reflete necessáriamente a tese detalhada no livro.

Anónimo disse...

Como diz Maria Benedita, este livro fica logo descredibilizado perante qualquer cidadão medianamente informado.

Será a mesma pessoa que escreveu, a propósito de um breve trecho de Luís de Albuquerque, o seguinte:
A prosápia acompanha aquela santa ignorância já costumeira, mas, neste caso, junta-se ainda uma novidade : a incomensurável desfaçatez!

Em que ficamos?
Adamastor

Maria Benedita Vasconcelos disse...

Francisco, discordo

Qualquer historiador honesto se recusaria fazer o lançamento do seu livro numa conferência com publicidade absolutamente falsa.Para além disso pode consultar http://laranjeira.com/colon/o_alentejano_que_descobriu_a_america-ed2.shtml
Pode ser que lhe interesse, a mim não, certamente.

Francisco disse...

Maria Benedita,

O livro até pode ser uma compilação de dislates, mas a argumentação ad hominem e do espantalho não me parecem uma forma segura de o demonstrar. Talvez lhe interesse este artigo: http://ph-colombina.blogspot.com/2007/01/falcia-o-sofisma-e-o-discurso-invertido.html

Maria Benedita Vasconcelos disse...

Adamastor

A má fé está patente no seu post! Não foi, obviamente, ácerca do texto de Luís de Albuquerque que escrevi "A prosápia acompanha aquela santa ignorância já costumeira, mas, neste caso, junta-se ainda uma novidade : a incomensurável desfaçatez! "

Escrevi isso sobre um comentário feito a esse texto: "Parece-me um bom repto.
Devem ser mesmo os próprios autores deste Blog a começar por denunciar os documentos genoveses que, sem qualquer dúvida, são falsos."

Agradeço que me explique quais são os documentos genoveses que, sem qualquer dúvida são falsos, os métodos aplicados para detectar essas falsidades e as qualificações de quem o faz.

Declarar seja o que for falso implica provas, provas que duvido que o declarante esteja á altura de dar.

Anónimo disse...

Basta-lhe ler o título e ver os bonecos da capa para ver que não lhe interessa?

E quando olhou para "Cristóvão Colombo e a floresta de asneiras"
reviu-se logo no título e nos bonecos da capa?

Maria Benedita Vasconcelos disse...

Francisco

Um livro de "História" que é uma "Compilação de trabalho jornalístico de investigação
em formato de Grande Reportagem, incluindo
História de Cristóvão Colon e Descoberta da América,
entrevista a Carlos Calado,
entrevista a Francisco Orelha,
entrevista a Manuel Luciano da Silva,
entrevista a Manoel de Oliveira
fundação da Associação Cristóvão Colon, etc" escrito por um homem que tem como livro preferido " O Despertar dos Mágicos"...passo! http://www.blogger.com/profile/01552012896569511325

Lamento imenso, mas se quizer ler um romance histórico ou qualquer outro tipo de ficção faço-o, mas não o confundo com investigação séria feita por um historiador.